padre.net

 

sou poeta errante

perdido entre vilas e becos

da cidade virtual

meu bordão:

quer confessar minha filha?

meu refrão:

beijos ou poemas?

 

se queres beijos ti darei

todos

amargo...violento...doce ou carinhoso

até saciar a tua fome

e transbordar a tua sede

mas não pisque um olho

e já dobrei a esquina do horizonte

 

se queres poemas ti darei

fartos...econômicos...miras e setas

o beijo eu sei virá depois

e caminharemos juntos

mãos dadas nas paralelas

nunca nos cruzaremos

mas temos a certeza do ombro amado

 

oh! como é doce a vida

do padre errante poeta

do beijo azul fullgaz borboleta

na selva de luz violeta

 

LINK: som padre.net (ao lado)

 

engenharia de som

Carlos Alberto Muzilli

 

produção musical

Paulo Henrique Vigu

 

web provedor

Fabio Soares Napolitano

[ ver mensagens anteriores ]
UOL

Visitante número: